Chipa

Parecido a pão de queijo, acompanhada com mate de pomelo

É um prato que se come mais no norte e nordeste da Argentina por influência paraguaia, já que é tradicional de Paraguai. Agora começa a expandir-se para outras zonas de argentina, incluindo o sul. Nalguns sítios utiliza-se menos queijo para poupar e acaba por sair uma massa de fécula no forno sem sabor e pouco apetecível. Esta receita ensinou-nos Karen com o conselho de Ricardo de acompanhá-la com mate de pomelo (pomate).

Receita fácil (para 8 pessoas)

Ingredientes:

1 kg de fécula de mandioca 

350 gr de queijo amanteigado 

250 gr de queijo curado 

6 ovos 

6 colheres de azeite 

Água ou leite 

Sal

Preparação: Colocar a fécula de mandioca num recipiente. Juntar-lhe o queijo curado ralado e uma colher de sopa de sal e mistura tudo bem com uma colher. Depois adicionar o queijo amanteigado cortado em pedaços pequenos e voltar a misturar. Juntar os seis ovos, de três em três, para se ir removendo aos poucos e juntar bem a fécula com o queijo. Depois juntar as seis colheres de azeite e ir removendo. Juntar a água ou o leite, dependendo da preferência de cada um. Nós usámos 1 caneca de leite e meia caneca de água. Ir removendo até a massa ganhar consistência. Se é necessário adicionar mais água até ganhar a consistência desejada. Juntar a gosto um pouco mais de sal.

É importante pré-aquecer o forno a 250º e que esteja bem quente. Entretanto vai-se preparando as chipas, fazendo pequenas bolas com as palmas das mãos e pondo em bandejas para levar ao forno. Assim que estiverem douraditas estão prontas para comer.

Preparamdo a chipa com Karen

Mate de pomelo ou pomate: O mate é uma infusão feita com folhas de erva-mate moídas bem típica do Paraguay, Uruguay, Argentina, Bolívia e algumas zonas de Brasil e Chile. Bebe-se quente, aproximadamente 80 graus, num recipiente que se chama porongo ou mate onde está a erva e com uma bombilla. É um estimulante devido à mateína.

No mate de pomelo, em vez de se utilizar o porongo como recipiente utiliza-se um pomelo (um cítrico parecido a uma laranja, mas mais amargo, bem comum nesta zona).

Preparação: Cortar a parte de cima, com uma abertura arredondada em forma de cone. Retirar os caroços do pomelo, o máximo que se possa. Pôr a erva-mate e ir juntando água quente. Para quem gosta de experimentar novas sabores pode-se adoçar o mate com mel ou juntar-lhe café.

2 Maio, 2017